Esta página tem como objetivo informar ao público brasileiro não só quanto à Igreja Católica Greco-Melquita, mas também quanto a todas as igrejas católicas orientais. Essas igrejas são um patrimônio de todos os católicos. Gradativamente esta página pretende apresentar algumas delas. 

Este texto é propriedade intelectual do seu autor Paulo Avelino. É permitida sua reprodução em sítios na Internete, para fins religiosos e/ou educacionais, desde que citado o autor (Paulo Avelino), o seu endereço eletrônico (melquita@yahoo.com.br) e a fonte (http://br.geocities.com/melquita). É proibida e reprodução em meio físico, incluindo o Jornal O Cedro, sem a autorização expressa do autor.



A Igreja Romena Católica


Sede da Igreja Romena Católica

Catedral da Santíssima Trindade, na Romênia - sede da Igreja Romena Católica
 
 

O Papa Bento XVI no dia 16 de dezembro de 2005 elevou a Igreja Romena Católica ao status de igreja Arquiepiscopal Maior. Com isso se elevam a quatro as igrejas arquiepiscopais maiores dentro do catolicismo.

São elas: a igreja ucraniana católica (em 1963); a igreja siríaca malabar (1992), a igreja siríaca malankar (2005) e esta.

Uma igreja Arquiepiscopal Maior tem uma autonomia mais ampla que uma igreja que é dirigida apenas por um Arcebispo. Um Arcebispo Maior é eleito pelos bispos de sua igreja porém o Sumo Pontífice deve confirmar esse voto. No caso das igrejas lideradas por patriarcas, este é eleito e requer a comunhão eclesiástica com o Papa. A Igreja Melquita por exemplo é liderada por um patriarca.

O Arcebispo Lucian Museran foi em conseqüência elevado a Arcebispo Maior. É o líder dessa igreja.

Após o Cisma Oriental em 1054 a igreja na Romênia permaneceu no lado ortodoxo, mas mantendo contatos ocsionais com Roma. Em 1698 foi realizado um sínodo na cidade de Alba Julia, e o bispo Atanásio aceitou a união com a Igreja de Roma. Em 1700 outro sínodo confirmou esta união. É o ano oficial para o surgimento desta Igreja. Atanásio foi seu primeiro bispo.

A igreja se situa mais na parte da Romênia chamada Transilvânia. Pelos séculos seguintes esta parte integrava a Hungria, que por sua vez era parte do Império Habsburgo. No século XIX a região passou por pressões de assimilação por parte dos húngaros, e a Igreja exerceu resistência importante nesse processo. A cidade de Blaj se tornou a Sé dessa Igreja, com o nome eclesiástico de Sé de Fagaras e Alba Julia.

O novo regime comunista em 1948 quis forçar essa Igreja a se unir com a Igreja Romena Ortodoxa. Igrejas e outros bens foram tomados e repassados para aquela Igreja Ortodoxa. Alguns resistiram e foram punidos. O bispo Iuliu Hossu permaneceu sob prisão domiciliar e todo ano oficiava ao Presidente da República pedindo a liberdade para sua Igreja. O Papa Paulo VI em 1969 o nomeou Cardeal “in pectore”. O segredo foi revelado em 1973, depois da morte do Cardeal.

Um Cardeal pode ser nomeado “in pectore”, ou seja, “no peito” do Papa. Sua nomeação é mantida em segredo, até que o próprio Papa resolva quebrar o segredo. Geralmente isso acontece por motivos políticos, quando a segurança do novo cardeal pode ser posta em perigo se sua nomeação for tornada pública. O Papa João Paulo II nomeou um cardeal in pectore, cujo nome nunca revelou, e assim jamais será conhecido.

Alexandru Todea foi sagrado bispo secretamente em 1950. Preso no ano seguinte, psou treze anos na prisão. Com a mudança de regime político em 1990 ele foi eleito novo bispo de Fagaras e Alba Julia, tornando-se assim o líder da nova Igreja. Esta ficara sem líder entre 1948 e 1990. Foi nomeado cardeal em 1991.

Alguns dos bens confiscados desta Igreja foram restituídos pelo novo regime.


Resumo:

Igreja Romena Católica

Chefe espiritual: Dom Lucian Muresan, Arcebispo Maior de Fagaras e Alba Julia

Fiéis: 743.000, com quatro dioceses na Romênia e uma nos Estados Unidos

No Brasil:

Não há presença organizada.



Fontes:

KHATLAB, Roberto. As Igrejas Orientais, católicas e ortodoxas, tradições vivas. São Paulo: Ave Maria edições, 1997. 256p. 

"Pope raises status of Romanian Catholic Church to major archbishopric". http://www.catholicnews.com/data/stories/cns/0507175.htm.

"Romanian Church United with Rome, Greek-Catholic". http://www.answers.com/topic/romanian-church-united-with-rome-greek-catholic.

Arcebispo Lucian Muresan

 

Dom Lucian Muresan, Arcebispo Maior de Fagaras e Alba Julia e chefe espiritual da Igreja Romena Católica


Volta à página principal